Dicas: Palhetas e palhetadas

Todo guitarrista iniciante passa por esse momento onde não sabe bem como segurar uma palheta adequadamente. Se você segura com muita força ou na posição errada, você acaba aplicando muita tensão ao tocar, resultando em lesões e um som feio e mal tocado. Se você segura a palheta com pouca firmeza, ela pode sair voando da sua mão. Calma, isso é  normal e ler este artigo já é um belo começo para melhorar sua palhetada e conseguir ter mais domínio sob seu instrumento.

Escolhendo a palheta certa

Como você deve escolher? Bem, palhetas vêm em diferentes espessuras(pesos). Existem também muitas marcas para escolher. Se você é iniciante e não tem nenhuma experiência prévia, pode provar diversas palhetas diferentes antes de decidir qual espessura e modelo é melhor para você.

Iniciantes geralmente preferem palhetas mais leves. Se você está tocando pequenas escalas e riffs básicos, uma palheta de peso médio deve ser adequada para você. As palhetas de maior espessura são mais utilizadas por guitarristas solo e guitarristas que usam cordas mais grossas.

As espessuras e seus usos mais comuns:

Fina (Thin)

0,45 mm a 0,7 mm 
Espessuras mais finsa e flexíveis produzindo uma palhetada mais suave. Ideal para violão.

Média (Medium)

0,7 mm a 0,85mm
Espessuras médias, apresentando um equilíbrio firmeza e flexibilidade. Ideal para guitarra rítmica.

Grossa (Heavy)

0,85mm a 1,20mm
Espressuras grossas, mais pesadas e menos flexíveis. Garantindo mais precisão e clareza na palhetada. Ideal para guitarra solo.

Extra Grossa (Extra Heavy)

1,20 mm a 3 mm
Pesadas e pouco flexíveis.  São ideiais para tocar baixo e são muito utilizadas para heavy metal e palhetada alternada.

Dica profissional: Sempre compre palhetas a granel! Por alguma razão, as palhetas de guitarra sempre desaparecem. Você também pode querer escolher palhetas em cores brilhantes para que sejam fáceis de detectar caso você as deixe cair no chão. Sempre compre pelo menos 10 palhetas. Você não quer correr de volta para a loja em alguns dias porque todas as suas palhetas desapareceram!

Como segurar uma palheta

Se você é destro, sua mão esquerda vai segurar o braço do instrumento e sua mão direita vai segurar a palheta. Antes de começar a palhetar, sacuda  e relaxe suas mãos. Em seguida, forme um punho solto com o polegar do lado de fora do seu dedo indicador.
Gire sua mão para que seu polegar esteja voltado para você. Deslize sua palheta entre o polegar e o meio do seu dedo indicador. Mantenha  a palheta levemente pressionada com a extremidade pontiaguda saindo da sua mão. Sua palheta deve ser posicionada sob o centro do seu polegar.

Deixe cerca de 1,cm  de sua palheta saindo de debaixo do seu polegar. Se você tocar guitarra rítmica, talvez queira deixar um pedaço um pouco maior da sua palheta exposta. Se você precisar de mais precisão, deixe uma ponta menor de sua paleta se aparecendo. Isso permite que você se aproxime mais das cordas e tenha mais controle.

Como palhetar

Posicione sua mão sobre o buraco do seu violão ou entre os captadores, se estiver tocando guitarra. Não ecoste sua mão no instrumento; em vez disso, deixe sua mão pairando sobre ele.

Agora, use a palheta para palhetar sua guitarra da corda mais grossa para baixo. Não mova o braço inteiro para palhetar. Em vez disso, deixe o movimento sair do seu pulso. Pratique girar o pulso como se estivesse desenroscando uma lâmpada, mantendo o pulso reto e a pegada bem folgada e fácil. Quando você palhetr, você deve sentir uma rotação no seu pulso, em vez de dobrar.

Você pode palhetar um acorde da corda superior para baixo ou da corda inferior para cima. Tente alternar a palhetada para baixo e para cima para ouvir a diferença entre cada tipo de palhetada. Você pode tentar outros ritmos ou combinações como baixo-baixo-cima-baixo para produzir sons diferentes. Por exemplo, a música punk normalmente usa apenas palhetadas rápidas, enquanto um padrão de um sertanejo pode ser lento alternando os movimentos para cima e para baixo.

 

Técnica de palhetada alternada

Uma vez que você tenha aprendido a dedilhar todas as cordas de sua guitarra, concentrar-se na técnica de escolha alternada ajudará você a tocar notas em strings simples de forma rápida e fluida. Use a técnica de seleção alternada ao praticar escalas, riffs ou solos, pois essa técnica ajudará você a aumentar a velocidade e a tocar notas simples de forma limpa.

Para começar, segure sua palheta na posição correta entre o polegar e o lado do seu dedo indicador. Não se preocupe em fazer nada com a sua mão esquerda no começo e apenas se concentre em escolher. Comece com um toque para baixo na sexta corda, a corda grossa mais alta, na sua guitarra. Em seguida, apareça na mesma corda.

No começo, pratique apenas alternando os movimentos para cima e para baixo na sexta corda. Ao se sentir confortável, comece a mover esse padrão alternativo de escolha para cima e para baixo nas cordas. Pegue e desça na sexta corda e faça o mesmo na quinta corda, na quarta corda e assim por diante. Quando chegar à primeira corda, volte à sexta corda, uma de cada vez.

Se você já conhece alguns riffs, tente reproduzi-los com escolha alternativa. Se você está apenas começando, experimente alguns desses riffs de guitarra fáceis e certifique-se de alternar os traços para baixo e para cima enquanto toca.

Melhorando a velocidade da sua palhetada

Posicione sua mão sobre o buraco do seu violão ou entre os captadores, se estiver tocando guitarra. Não ecoste sua mão no instrumento; em vez disso, deixe sua mão pairando sobre ele.

Agora, use a palheta para palhetar sua guitarra da corda mais grossa para baixo. Não mova o braço inteiro para palhetar. Em vez disso, deixe o movimento sair do seu pulso. Pratique girar o pulso como se estivesse desenroscando uma lâmpada, mantendo o pulso reto e a pegada bem folgada e fácil. Quando você palhetr, você deve sentir uma rotação no seu pulso, em vez de dobrar.

Você pode palhetar um acorde da corda superior para baixo ou da corda inferior para cima. Tente alternar a palhetada para baixo e para cima para ouvir a diferença entre cada tipo de palhetada. Você pode tentar outros ritmos ou combinações como baixo-baixo-cima-baixo para produzir sons diferentes. Por exemplo, a música punk normalmente usa apenas palhetadas rápidas, enquanto um padrão de um sertanejo pode ser lento alternando os movimentos para cima e para baixo.

 

Não desista, continue praticando, experimente diversas palhetas até encontrar a melhor para você e você será um grande guitarrista. E claro, divirta-se muito e toque o tipo de música que você  gosta de tocar. Até a próxima.

Suporte

10 + 11 =

Pick n' Roll - CNPJ: 18.524.943/0001­89 / Endereço: Rua E2 QD. 04 LT. 01 NR. S/N Vila Lucy - Goiânia - Goiás - 74320-260 / [email protected]